GPA: Como a ADP ajudou um dos maiores varejistas e empregadores do país a atravessar o período de pandemia.

Como um dos maiores varejistas da América Latina, com pontos de vendas em todas as regiões do Brasil, o Grupo GPA, dono das bandeiras Pão de Açúcar, Extra e Compre Bem, entre outras, é também uma das empresas que mais empregam no Brasil. E a gestão de uma forma de trabalho tão expressiva traz desafios igualmente grandes para os gestores de recursos humanos. Por isso, ainda em 2016, o GPA iniciou um processo de transformação digital, com apoio da ADP, para modernizar diversos processos que, até aquele momento, ainda não eram digitalizados, como a emissão de holerite e outros comprovantes, impressos para os mais de cem mil colaboradores da empresa em todo o país.

Segundo a diretora-executiva de Tecnologia, Recursos Humanos e Sustentabilidade da companhia, Mirella Basolli Gomiero, a empresa percebeu que era preciso modernizar processos para que os gestores pudessem atuar de forma mais estratégica e focar seus esforços em atividades mais nobres, que pudessem contribuir tanto com a estratégia do negócio quanto com o propósito central da empresa: alimentar sonhos e vidas.

“Esse processo de modernização teve como objetivo final transformar toda a jornada do colaborador, desde o início, com o ingresso na companhia, até a sua eventual saída, em um círculo positivo, virtuoso e benéfico, que agregue para os dois lados. Contudo, nunca conseguiríamos alcançar isso se os líderes de RH tivessem que dividir seu tempo com atividades burocráticas, como gestão da folha de pagamentos, benefícios, marcação de pontos, etc.”, explica.

Assim, em conjunto com a ADP, o GPA pôs em prática um projeto de modernização de todas as suas rotinas administrativas de RH que teve muito sucesso. Segundo a executiva, por ser uma empresa com atuação em todo o país e com várias marcas dentro do grupo que compõe o GPA, foi preciso considerar questões de conformidade de sistemas e, também, de legislação local.

O sistema de gestão desenvolvido pela ADP, que já apostava no uso de aplicativos para dar acesso fácil e autonomia aos colaboradores, permitiu à empresa obter êxito no processo. Atualmente, o GPA conta com um Centro de Serviços Compartilhados reúne e gerencia todos os processos de forma simples, digital e desburocratizada. Contudo, em 2020, com a pandemia do novo coronavírus, assim como as demais empresas do mundo, o RH GPA precisou reestruturar a sua força de trabalho para atuar em segurança e atender à demanda da população, que, na época, atravessava um período de muitas incertezas.

Atualmente, nosso Business Intelligence traz uma série de indicadores que nos permite olhar a saúde do negócio, o engajamento e comportamento dos colaboradores, entre outros. Contudo, se a gente não tivesse o apoio que a ADP nos dá hoje em processos burocráticos, o time de gestores nunca conseguiria se dedicar à análise desses dados e explorá-los de forma estratégica para a empresa.

Mirella Basolli Gomiero, Diretora-executiva de RH & Serviços
Grupo Pão de Açúcar

O desafio

A pandemia foi um período muito desafiador para todo o grupo. Por ser um serviço essencial, todas as lojas seguiram abertas para atender à população. O GPA considera os colaboradores o ativo mais importante da empresa e, por esse motivo, o RH priorizou o desafio de criar protocolos que permitissem que a companhia seguisse trabalhando, mesmo em períodos mais críticos, mas garantindo a segurança dos funcionários e, também, dos clientes.

“O nosso primeiro passo foi determinar quais eram os protocolos de saúde que deveriam ser seguidos por todas as marcas que fazem parte do grupo para que os nossos funcionários se sentissem bem, protegidos e com saúde, tanto física quanto mental, para focar em suas atividades diárias”, explica Mirella. “Na época, por exemplo, o GPA foi a primeira empresa a estipular um horário diferenciado para o atendimento de pessoas idosas e realizar a testagem em massa dos colaboradores. Esses são só alguns exemplos da série de ações adotadas com o objetivo de trazer segurança e proteção para nossos funcionários e clientes.”

Neste momento, o projeto de transformação digital implementado pela empresa fez toda a diferença, pois, nesse cenário, fazer com que a comunicação chegue de forma clara, objetiva e uniforme é primordial. Atualmente, o aplicativo desenvolvido pela ADP tem uma média de 40 mil acessos por mês. Como os colaboradores do GPA já estão acostumados a usá-lo para obter informações e fazer solicitações ao RH, a empresa conseguiu usar esse canal para reforçar as mensagens necessárias. Isso porque, segundo a executiva, não bastava criar protocolos, é preciso que todos tenham acesso para garantir a própria segurança, dos familiares e clientes.

A liderança teve um papel muito importante em todo esse período e se colocou ainda mais próxima dos colaboradores para apoiá-los. “Mas, sem dúvida, essa transformação digital que realizamos em conjunto com a ADP foi fundamental para que os gestores se sentissem tranquilos e pudessem direcionar seus esforços em outras ações, com a garantia de que os processos administrativos estivessem funcionando corretamente”, afirma a diretora.

Resultado

Mirella ressalta que, se realizarem um balanço de todo o processo nos últimos anos, se observa uma transformação do time de RH, pois a companhia possui um business partner que não fica mais só fazendo a parte burocrática da gestão e consegue se dedicar a atividades mais nobres e estratégicas dentro da administração dos colaboradores.

Hoje, complementa a executiva, o GPA possui um business partner capacitado em traçar estratégias para questões como planos de sucessão, desenvolvimento e engajamento, ajustes salariais, etc. Isso só é possível porque tem a tranquilidade que atividades operacionais igualmente importantes, como a gestão da folha de pagamentos, estão sendo geridas pela ADP.

“Eu acredito que esse processo de transformação do RH deve ser contínuo para acompanhar as mudanças inevitáveis que devem ocorrer, mas o importante é que estruturamos uma base, com apoio da ADP, que nos permitirá seguir avançando sempre e priorizando pontos extremamente relevantes para nossa empresa”, finaliza.